Relatório de enfermagem

Introdução
O presente relatório ilustra a radiografia do trabalho realizado no período de 04 de Março a 05 de Abril, 5 semanas equivalente a 175 horas total do estágio, 35 horas por semana, 7 horas por dia no Hospital Rural de Chicuque, de natureza parcial da cadeira de fundamentos de enfermagem, segundo semestre, do curso de Enfermagem Geral, realizado pelos estudantes do Instituto Politécnico de Ciências de Saúde, Gestão e Tecnologia-Maxixe.
Objectivo Geral
Reconhecer a importância de fundamentos de Enfermagem no desempenho dos diferentes papeis do Enfermeiro Geral como um dos factores que permitem o bom funcionamento e aplicação do precesso de Enfermagem e cuidados de Enfermagem.
Objetivos Específicos
1.       Aplicar os comhecimentos teóricos e práticos de Enfermagem no desempenho das diferentes actividades de Enfermagem;
2.       Estabelecer uma relação de respeito e empatia com os utentes e criar um ambiente de confiança para avalição e diagnóstico de enfermagem;
3.       Realizar uma avalição abragente e focalizada de saúde que inclui a história e o exame físico completo, considerando os aspectos psíquicos, sociais, emocionais, culturais, étinicos e espirituais do utente;
4.       Utlizar e adaptar os instrumentos e técnicas de avaliação baseada nas nessessidades do utente;
5.       Sintetizar as informações obtidas e utilizar o pensamento crítico e as suas abilidades de raciocínio em enfermagem para:
Ø  Identificar os estados normais e anormais de saúde;
Ø  Formular o diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaborar o plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Prescrever cuidados de enfermagem de acordo com o diagnóstico de enfermagem, considerando a participação activa do utente e os melhores resultados.
6.       Comunicar ao utente sobre ahados de saúde e o dioagnóstico de enfermagem de forma eficaz, de modo a torna-lo membro activo no atendimento das suas nessessidades;
7.       Apoiar e aconselhar o utente criando um ambiente para orienteção eficaz tomando em consideração das nessessidades estratégicas do género.
Metodologia
Para que o estágio correce da melhor maneira e de modo que todos tivessem oportunidades usou-se a seguinte metodologia:
O grupo subdividiu-se em dois grupos, um para a enfermaria de medicina e o outro para enfermaria de cirurgia, o horário era de piquete, meio piquete e vela, por cada enfermaria os estudantes entravam dois a dois ou um seguindo o horário acima itadoário acima citado.
Actividades realizadas por cada estudante
Esperança Joaquim Alberto
Enfermaria de medicina
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de medicamentos através da sonda nasogástrica;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical.
Enfermaria de cirurgia
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de  terapêutica nas diferentes vias;
Ø  Intervenções em caso de reaºões medicamentosa;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical;
Ø  Alimentação através da sonda nasogástrica.
Felicidade Artur Chihale
Enfermaria de medicina
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de medicamentos através da sonda nasogástrica;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical.
Enfermaria de cirurgia
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de  terapêutica nas diferentes vias;
Ø  Intervenções em caso de reaºões medicamentosa;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical;
Ø  Alimentação através da sonda nasogástrica.
Júlio Ernesto Langa
Enfermaria de medicina
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de medicamentos através da sonda nasogástrica;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical.
Enfermaria de cirurgia
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de  terapêutica nas diferentes vias;
Ø  Intervenções em caso de reaºões medicamentosa;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical;
Ø  Alimentação através da sonda nasogástrica.
Maurício José Guambe
Enfermaria de medicina
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de medicamentos através da sonda nasogástrica;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical.
Enfermaria de cirurgia
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de  terapêutica nas diferentes vias;
Ø  Intervenções em caso de reaºões medicamentosa;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical;
Ø  Alimentação através da sonda nasogástrica.
Nacília Baltazar Matimbe
Enfermaria de medicina
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de medicamentos através da sonda nasogástrica;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical.
Enfermaria de cirurgia
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de  terapêutica nas diferentes vias;
Ø  Intervenções em caso de reaºões medicamentosa;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical;
Ø  Alimentação através da sonda nasogástrica.
Sifónia Aurélia
Enfermaria de medicina
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de medicamentos através da sonda nasogástrica;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical.
Enfermaria de cirurgia
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de  terapêutica nas diferentes vias;
Ø  Intervenções em caso de reaºões medicamentosa;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical;
Ø  Alimentação através da sonda nasogástrica.
Vánia Mariza Feliz Armando
Enfermaria de medicina
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de medicamentos através da sonda nasogástrica;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical.
Enfermaria de cirurgia
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de  terapêutica nas diferentes vias;
Ø  Intervenções em caso de reaºões medicamentosa;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical;
Ø  Alimentação através da sonda nasogástrica.
Verónica Jorge Zunguze
Enfermaria de medicina
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de medicamentos através da sonda nasogástrica;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical.
Enfermaria de cirurgia
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de  terapêutica nas diferentes vias;
Ø  Intervenções em caso de reaºões medicamentosa;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical;
Ø  Alimentação através da sonda nasogástrica.
Widasse Fernando Afonso
Enfermaria de medicina
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de medicamentos através da sonda nasogástrica;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical.
Enfermaria de cirurgia
Ø  Adimição do utente;
Ø  Anaminese;
Ø  Exame físico;
Ø  Diagnóstico de enfermagem;
Ø  Elaboração do plano de cuidados de enfermagem;
Ø  Implementação e monitorização de plano de cidados de enfermagem;
Ø  Limpeza na unidade do utente;
Ø  Feitura de camas;
Ø  Mudança de posição;
Ø  Banho na cama;
Ø  Banho no chuveiro;
Ø  Lavagem de cabeça;
Ø  Higiene oral;
Ø  Prevenção de escaras decúbito;
Ø  Colheita de especímenes para análises laboratoriais;
Ø  Registos no processo clínico (cardex, diário de enfermagem e no livro de ocorrências);
Ø  Avaliação, controlo e interpretação dos sinais vitais e registos no gráfico e diário de enfermagem;
Ø  Inserção e remoção do cateter ou agulha na veia periférica;
Ø  Instalação de sistema de transfusão de sangue e hemoderivados;
Ø  Cálculo de gotas/minuto para infusão endovenosa;
Ø  Adiministração de  terapêutica nas diferentes vias;
Ø  Intervenções em caso de reaºões medicamentosa;
Ø  Transporte de cama para maca e vice-versa;
Ø  Deambulação assistida;
Ø  Transporte de cama para cadeira e vice-versa;
Ø  Aspiração de secreções;
Ø  Monitorização da sonda vesical;
Ø  Alimentação através da sonda nasogástrica.
Conclusão
Terminando o estágio do segundo semestre no Hospital Rural de Chicuque s estudantes puderam por em prática o conhecimento teórico sobre os fundamentos de enfermagem tendo em vista os objectivos plasmados no protocolo de estágio os quais foram alcançados com sucesso, concluiu-seque é muito importânte reconhecer os fundamentos de enfrmagem nos diferentes papeis do enfermeiro geral em diferentes áreas de atuação de um enfermeiro geral.
No que diz respeito ao ponto de vista do grupo, foi um momento oportuno e proveitoso para a aquisição de mais uma parte de conhecimentos nessessários para uma vida profissional com mérito.
Dificuldades
Dificuldades na execução de técnicas devido a falta de material (material de sinais vitais).
Sugestões
Os estudantes sugerem que  Instituto Politécnico de Ciências de Saúde Gestão e Tecnologia disponibiliza-se material para melhor aprendizagem no campo de estágio
Sugerem ainda que o Instituto disponibiliza-se supervisores pelo menos uma vez por semana no campo do estágio.
 
Pesquisas relacionadas
 
 
relatorio de enfermagem rn
relatorio de enfermagem pediatria
relatorio de enfermagem exame fisico
relatorio de enfermagem como fazer
relatorio de enfermagem pos operatorio
relatorio de enfermagem recem nascido
relatorio de enfermagem pronto
relatorio de enfermagem admissão
relatorio de enfermagem alta hospitalar
relatorio de enfermagem avc
relatorio de enfermagem alta
relatorio de enfermagem aula pratica
relatorio de anamnese enfermagem pronto
relatorio de anamnese enfermagem
relatorio de auditoria enfermagem
relatorio de atividades enfermagem
a importancia do relatorio de enfermagem
passo a passo relatorio de enfermagem
relatorio de enfermagem berçario
relatorio de enfermagem no bloco cirurgico
relatorio basico de enfermagem
bom relatorio de enfermagem
relatorio de enfermagem completo
relatorio de enfermagem curativo
relatorio de enfermagem clinica medica
relatório de enfermagem coren
relatorio de enfermagem cefalo caudal
relatorio de enfermagem cofen
relatorio de enfermagem cme
relatorio de enfermagem diario
relatorio de enfermagem da puerpera
relatorio de enfermagem visita domiciliar
relatorio de enfermagem pe diabetico
relatorio enfermagem do trabalho
relatorio de estagio tecnico enfermagem do trabalho
relatorio de enfermagem de obito
relatorio de enfermagem em pronto atendimento
relatorio de enfermagem evolução
relatório de enfermagem exemplo
relatorio de enfermagem estagio
relatório de enfermagem em pediatria
relatorio de enfermagem em centro cirurgico
o que é relatório de enfermagem
prescrição médica e relatório de enfermagem
diferença entre anotação e relatorio de enfermagem
relatorio de enfermagem o que é
relatorio de enfermagem urgencia e emergencia
evolução e relatorio de enfermagem
relatorio de enfermagem feridas
relatório de enfermagem como fazer
relatorio de enfermagem sobre feridas
relatorio final de enfermagem
relatorio fundamentos de enfermagem
como fazer relatorio de enfermagem em uti
ficha de relatorio de enfermagem
relatorio de estagio de enfermagem como fazer
relatorio de estagio tecnico de enfermagem geriatria
relatorio de enfermagem em geriatria
relatorio de enfermagem paciente grave
relatorio de gerencia de enfermagem
relatorio gerencial de enfermagem
relatorio de enfermagem para gestante
relatorio de gestão enfermagem
relatório de enfermagem hospitalar
relatorio de estagio enfermagem hospital
relatorio de visita tecnica em hospital enfermagem
relatorio de estagio de enfermagem em hospital pdf
relatorio de enfermagem no hospital
relatorio de enfermagem idoso
relatorio de enfermagem introdução
relatorio de enfermagem paciente internado
relatorio de enfermagem materno infantil
importancia do relatorio de enfermagem
introdução para relatorio de enfermagem
imagens de relatorio de enfermagem
introdução relatorio de estagio enfermagem
relatorio de estagio tecnico de enfermagem materno infantil
relatorio de laboratorio de enfermagem
livro de relatorio de enfermagem
relatorio de enfermagem maternidade
relatorio de enfermagem saude mental
relatorio de estagio enfermagem medico cirurgica
relatorio de estagio mestrado enfermagem
relatorio de estagio tecnico de enfermagem maternidade
relatorio de enfermagem no centro cirurgico
relatorio de enfermagem na maternidade
relatorio de enfermagem no prontuario do paciente
relatorio de enfermagem obito
relatorio de enfermagem obstetrica
relatorio de estagio de enfermagem obstétrica
relatorio de enfermagem paciente em obito
relatorio de estagio de observação enfermagem
relatorio de estagio de enfermagem em obstetricia
relatorio de ocorrencia de enfermagem
relatorio de enfermagem puerperal
relatorio de enfermagem puericultura
termos tecnicos para relatorio de enfermagem
conclusão para relatorio de enfermagem
termos para relatorio de enfermagem
capa para relatorio de enfermagem
para que serve relatorio de enfermagem
relatorio de enfermagem quem faz
relatorio de enfermagem para recem nascido
relatorio de enfermagem para rn
relatorio estagio enfermagem reabilitação
relatorio critico reflexivo de enfermagem
como realizar um relatório de enfermagem
relatorio de rotina enfermagem
resumo de relatorio de enfermagem
exemplo de relatorio de enfermagem de rn
relatorio de enfermagem sinais vitais
relatorio de enfermagem simples
relatorio de enfermagem sae
relatorio de enfermagem soap
relatorio de enfermagem supervisionado
relatorio de enfermagem slides
relatorio de tecnico enfermagem
relatorio de tec enfermagem
relatorio de tecnico enfermagem pronto
relatorio de enfermagem visita tecnica
relatorio de estagio tecnico enfermagem
relatorio de estagio tec enfermagem
relatorio de visita tecnica enfermagem do trabalho
relatorio de estagio tecnico enfermagem pdf
como fazer relatorio de tecnico enfermagem
relatorio de enfermagem uti
relatorio de enfermagem uti pronto
relatorio de estagio enfermagem ubs
relatorio de estagio enfermagem uti
relatorio de enfermagem paciente uti
relatorio de enfermagem de um rn
um relatorio de enfermagem
exemplo de um relatório de enfermagem
introdução de um relatório de enfermagem
conclusão de um relatório de enfermagem
como fazer um relatorio de enfermagem em pediatria
como montar um relatorio de enfermagem
como preencher um relatorio de enfermagem
relatorio de estagio enfermagem veterinaria
como fazer relatorio de enfermagem em visita domiciliar
relatorio de visita domiciliar enfermagem pronto
relatorio de enfermagem passagem de sonda vesical
relatorio de enfermagem sonda vesical
relatorio de vivencia de estagio enfermagem
relatorio de estagio supervisionado 1 enfermagem ubs
relatorio de estagio supervisionado 1 enfermagem
relatório de enfermagem 2018
relatorio de estagio supervisionado 2 enfermagem
relatorio de enfermagem rn
relatorio de enfermagem pediatria
relatorio de enfermagem exame fisico
relatorio de enfermagem como fazer
relatorio de enfermagem pos operatorio
relatorio de enfermagem recem nascido
relatorio de enfermagem pronto
relatorio de enfermagem admissão
relatorio de enfermagem alta hospitalar
relatorio de enfermagem avc
relatorio de enfermagem alta
relatorio de enfermagem aula pratica
relatorio de anamnese enfermagem pronto
relatorio de anamnese enfermagem
relatorio de auditoria enfermagem
relatorio de atividades enfermagem
a importancia do relatorio de enfermagem
passo a passo relatorio de enfermagem
relatorio de enfermagem berçario
relatorio de enfermagem no bloco cirurgico
relatorio basico de enfermagem
bom relatorio de enfermagem
relatorio de enfermagem completo
relatorio de enfermagem curativo
relatorio de enfermagem clinica medica
relatório de enfermagem coren
relatorio de enfermagem cefalo caudal
relatorio de enfermagem cofen
relatorio de enfermagem cme
relatorio de enfermagem diario
relatorio de enfermagem da puerpera
relatorio de enfermagem visita domiciliar
relatorio de enfermagem pe diabetico
relatorio enfermagem do trabalho
relatorio de estagio tecnico enfermagem do trabalho
relatorio de enfermagem de obito
relatorio de enfermagem em pronto atendimento
relatorio de enfermagem evolução
relatório de enfermagem exemplo
relatorio de enfermagem estagio
relatório de enfermagem em pediatria
relatorio de enfermagem em centro cirurgico
o que é relatório de enfermagem
prescrição médica e relatório de enfermagem
diferença entre anotação e relatorio de enfermagem
relatorio de enfermagem o que é
relatorio de enfermagem urgencia e emergencia
evolução e relatorio de enfermagem
relatorio de enfermagem feridas
relatório de enfermagem como fazer
relatorio de enfermagem sobre feridas
relatorio final de enfermagem
relatorio fundamentos de enfermagem
como fazer relatorio de enfermagem em uti
ficha de relatorio de enfermagem
relatorio de estagio de enfermagem como fazer
relatorio de estagio tecnico de enfermagem geriatria
relatorio de enfermagem em geriatria
relatorio de enfermagem paciente grave
relatorio de gerencia de enfermagem
relatorio gerencial de enfermagem
relatorio de enfermagem para gestante
relatorio de gestão enfermagem
relatório de enfermagem hospitalar
relatorio de estagio enfermagem hospital
relatorio de visita tecnica em hospital enfermagem
relatorio de estagio de enfermagem em hospital pdf
relatorio de enfermagem no hospital
relatorio de enfermagem idoso
relatorio de enfermagem introdução
relatorio de enfermagem paciente internado
relatorio de enfermagem materno infantil
importancia do relatorio de enfermagem
introdução para relatorio de enfermagem
imagens de relatorio de enfermagem
introdução relatorio de estagio enfermagem
relatorio de estagio tecnico de enfermagem materno infantil
relatorio de laboratorio de enfermagem
livro de relatorio de enfermagem
relatorio de enfermagem maternidade
relatorio de enfermagem saude mental
relatorio de estagio enfermagem medico cirurgica
relatorio de estagio mestrado enfermagem
relatorio de estagio tecnico de enfermagem maternidade
relatorio de enfermagem no centro cirurgico
relatorio de enfermagem na maternidade
relatorio de enfermagem no prontuario do paciente
relatorio de enfermagem obito
relatorio de enfermagem obstetrica
relatorio de estagio de enfermagem obstétrica
relatorio de enfermagem paciente em obito
relatorio de estagio de observação enfermagem
relatorio de estagio de enfermagem em obstetricia
relatorio de ocorrencia de enfermagem
relatorio de enfermagem puerperal
relatorio de enfermagem puericultura
termos tecnicos para relatorio de enfermagem
conclusão para relatorio de enfermagem
termos para relatorio de enfermagem
capa para relatorio de enfermagem
para que serve relatorio de enfermagem
relatorio de enfermagem quem faz
relatorio de enfermagem para recem nascido
relatorio de enfermagem para rn
relatorio estagio enfermagem reabilitação
relatorio critico reflexivo de enfermagem
como realizar um relatório de enfermagem
relatorio de rotina enfermagem
resumo de relatorio de enfermagem
exemplo de relatorio de enfermagem de rn
relatorio de enfermagem sinais vitais
relatorio de enfermagem simples
relatorio de enfermagem sae
relatorio de enfermagem soap
relatorio de enfermagem supervisionado
relatorio de enfermagem slides
relatorio de tecnico enfermagem
relatorio de tec enfermagem
relatorio de tecnico enfermagem pronto
relatorio de enfermagem visita tecnica
relatorio de estagio tecnico enfermagem
relatorio de estagio tec enfermagem
relatorio de visita tecnica enfermagem do trabalho
relatorio de estagio tecnico enfermagem pdf
como fazer relatorio de tecnico enfermagem
relatorio de enfermagem uti
relatorio de enfermagem uti pronto
relatorio de estagio enfermagem ubs
relatorio de estagio enfermagem uti
relatorio de enfermagem paciente uti
relatorio de enfermagem de um rn
um relatorio de enfermagem
exemplo de um relatório de enfermagem
introdução de um relatório de enfermagem
conclusão de um relatório de enfermagem
como fazer um relatorio de enfermagem em pediatria
como montar um relatorio de enfermagem
como preencher um relatorio de enfermagem
relatorio de estagio enfermagem veterinaria
como fazer relatorio de enfermagem em visita domiciliar
relatorio de visita domiciliar enfermagem pronto
relatorio de enfermagem passagem de sonda vesical
relatorio de enfermagem sonda vesical
relatorio de vivencia de estagio enfermagem
relatorio de estagio supervisionado 1 enfermagem ubs
relatorio de estagio supervisionado 1 enfermagem
relatório de enfermagem 2018
relatorio de estagio supervisionado 2 enfermagem